Frases dos meus pensamentos

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Perca o medo de começar a investir

Foto/gravura, 01/04/2021: investing.com

Procurem investir mais, você não precisa ser rico para começar a investir, você precisa investir para começar a ser rico, mesmo com apenas 10 ou 20 reias, mas faça isso você sozinho e em silêncio  e apenas você mesmo fazendo a gestão e a administração do seu próprio dinheiro, de seus investimentos, assim você não pagará taxas a ninguém, nem poderá culpar ninguém.

Passos para começar a investir:

1. Abrir uma conta digital (nunca escolha um banco tradicional como, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú-Unibanco, Santander, Caixa Econômica Federal etc, porque eles vão cobrar muitas taxas de você e você não deve pagar taxas a bancos que só querem te deixar cada vez mais pobre. Escolha apenas as Fintechs, como Nubank, Banco Inter, Pic Pay, Neon, 6C Bank, Original e várias outras que existem no Brasil, porque eles não cobram taxas facilmente e gostam mais de seus clientes do que os bancos tradicionais. Faça uma pesquisa no Google para descobrir a Fintech que você mais gosta. 🔎

2. Abrir uma conta em uma corretora, como nas corretoras Clear, Easynvest, Rico, XP Investimemostos, Magleano, Modal Mais, Nova Futura, Toro, Ágora e muitos mais que existem no Brasil, escolha a que melhor se adapta a você, faça uma pesquisa no Google. 🔎
Você pode abrir a conta na corretora através do seu celular, mas para começar a usar, você terá que ativar a conta primeiro em um computador, liberando o primeiro acesso. Elas exigem muito, mas não tenham medo, siga em frente.

3. De sua conta Digital faça uma Transferência Teste no valor de 20 a 100 reais para a corretora que você escolheu, para te ajudar a se familiarizar com os investimentos. Não esqueça, faça tudo você sozinho.

4. Com o dinheiro na sua corretora, comece a especular o funcionamento da sua corretora, comece a entender como comprar e vender ativos na renda variável e renda fixa, para isso vá para o YouTube e pesquise sobre a corretora e como mexer nela e depois de aprendido procure vídeos de Educação Financeira: Primo Rico, Dinheiro Com Você, Me poupe, Bolsa Blindada, Isardinha, Mais Cq investimentos e muitos outros que existem na plataforma.

5. Pronto, agora que você já tem algumas informações básicas para começar a fazer você mesmo os seus investimentos. Você já pode comprar ações ou fundos imobiliários na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) que são renda variáveis ou comprar Títulos do Tesouro Direto (procure informações) etc. que é renda fixa.

OBS: Se comprar ações nunca venda no prejuízo ou na baixa, exceto  aquele ativo que está caindo muito e que você percebe que não vai se recuperar facilmente, caia fora para não perder mais dinheiro, controle suas emoções. Evite comprar ações que estão subindo muito, elas podem cair a qualquer momento e você pode ficar no prejuízo, ainda mais se ação ou empresa não anda nada bem. Compre ações de empresas boas e mais conhecida, faça uma análise e pesquisa, e para isso, dê uma visitada nos sites: Fundamentus.com.br, Status Invest, Investing, investidorsardinha.r7.com e outros, mas se fundo imobiliário pode ser fundsexplorer.com.br e outras presentes na Internet, pesquise você mesmo. 🔎

Quando você compra ações na categoria Swing Trade, você está fazendo investimentos de médio e longo prazo, portanto, você não pode comprar e vender as ações no mesmo dia, no máximo no dia seguinte, mas com apenas 2 dois dias e podem ficar com as ações na sua carteira por anos se quiser.

Anote em um caderno ou planilha todas as suas operações de investimemostos para você se manter no controle, entendido e informado sobre os seus próprios investimentos e seu dinheiro. Isso também vai te ajudar a preencher melhor a Declaração do Imposto de Renda anual.

José Marcio Mateus dos Santos

01/04/2021

30 de janeiro, dia Nacional do Não Violência

Foi criado para proclamar a paz no Brasil em qualquer em qualquer situação.

Diga não a violência.

30 de janeiro, dia Nacional das Histórias em Quadrinhos

Gravura: calendarr.com

Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos ou Dia do Quadrinho Nacional é comemorado anualmente em 30 de janeiro.

Também conhecidas como HQ’s, as histórias em quadrinhos são um modelo de leitura que mistura elementos textuais e visuais, criando a sensação de sequenciamento das cenas.

Esta data visa homenagear este gênero literário, um grande responsável por apresentar e incentivar as crianças ao mundo da literatura.

No Brasil, as histórias em quadrinhos surgiram em meados do século XIX, mas apenas se popularizou com o lançamento de clássicos como “A Turma da Mônica”, “O Menino Maluquinho”, “A Turma do Pererê” e o “Tico-Tico”, que é considerada a primeira revista em quadrinhos lançada no Brasil, em 11 de outubro de 1905.

Origem do Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos

A explicação para a escolha desta data está no fato de ter sido em 30 de janeiro de 1869 que foi publicada a primeira história de quadrinho brasileira: “As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte”, autoria do cartunista Angelo Agostini.

A partir de 1984, ficou instituído, através da “Associação dos Quadrinistas e Cartunistas do Estado de São Paulo” (AQC-ESP), que todo o dia 30 de janeiro se comemoraria o Dia do Quadrinho Nacional, em homenagem ao trabalho de Agostini.

Desde então, anualmente, como parte das celebrações desta data, a AQC-ESP organiza o Prêmio Angelo Agostini, que tem o propósito de prestigiar os talentosos profissionais brasileiros que atuam na produção de histórias em quadrinhos.

Fonte do texto: calendarr.com

28 de janeiro, dia do Comércio Externo

Foto do site: seudinheiro.com

Texto do Wikipédia

O comércio externo é a troca de bens e serviços através de fronteiras internacionais ou territórios. Na maioria dos países, ele representa uma grande porcentagem do PIB. O comércio internacional está presente em grande parte da história da humanidade (ver rota da seda), mas a sua importância econômica, social e política se tornou crescente nos últimos séculos. O avanço industrial, dos transportes, a globalização, o surgimento das corporações multinacionais, o outsourcing tiveram grande impacto no incremento deste comércio. O aumento do comércio internacional pode ser relacionado com o fenômeno da globalização.

O comércio internacional é uma disciplina da teoria econômica, que, juntamente com o estudo do sistema financeiro internacional, forma a disciplina da economia internacional.

O volume do comércio mundial aumentou vinte vezes desde 1950 até hoje. Este aumento de bens manufaturados/manufacturados ultrapassa o aumento da taxa de produção dessas mercadorias em três vezes.

Teoria do comércio internacional
Vários modelos diferentes, como o modelo ricardiano e o de Heckscher-Ohlin, entre outros, foram propostos para prever os padrões de comércio e analisar os efeitos das políticas de comércio, como as tarifas.

Modelo ricardiano
Ver também: David Ricardo e Economia clássica
O modelo ricardiano foca nas vantagens comparativas (ou vantagens relativas) e é talvez o mais importante conceito de teoria de comércio internacional. Neste modelo, os países se especializam em bens ou serviços que produzem relativamente melhor. Diferentemente de outros modelos, o ricardiano prevê que países irão se especializar em poucos produtos em vez de produzir um grande número de bens. O modelo não considera diretamente as características naturais de um país, como disponibilidade relativa de mão de obra e de capital. E no modelo ricardiano, temos apenas um fator de produção, que se trata da mão de obra (trabalho). O diferencial de produtividade do trabalho e o custo de oportunidade nos países justificaria a especialização dos países, que realizariam, desta maneira, trocas internacionais depois da especialização.[1]

Modelo de Heckscher-Ohlin
O modelo de Heckscher-Ohlin foi criado como uma alternativa ao modelo ricardiano. Apesar do seu poder de previsão maior e mais complexo, ele também tem uma missão ideológica: a eliminação da teoria do valor do trabalho e a incorporação do mecanismo neoclássico do preço na teoria do comércio internacional. A teoria defende que o padrão do comércio internacional é determinado pela diferença na disponibilidade de alguns fatores naturais. Ela prevê que um país irá exportar aqueles bens que fazem uso intensivo daqueles fatores (insumos, por exemplo) que são abundantes neste país e irá importar aqueles bens cuja produção é dependente de fatores escassos localmente. Ou seja, o modelo expõe que um país abundante em capital exportará bens de capital, ao passo que um país em posição contrária, com escassez de capital, exportará bens ou serviços que sejam intensivos no uso do fator de produção mão de obra. Ohlin, por meio de seu modelo, foi o primeiro a tratar diretamente do que hoje se conhece por IED – Investimento externo direto – componente do Balanço de pagamentos pesquisado por organismos internacionais como BIS, BID, FMI, Cepal e Unctad.[1]

Fatores específicos
Modelo dos fatores específicos e distribuição de rendimentos foi desenvolvido por Paul Samuelson e Ronald Jones. Tal como o modelo ricardiano, supõe que uma economia produz dois produtos, mas com a existência de vários fatores de produção: Trabalho (Fator Móvel) e Outros (Fatores Específicos).

Modelo de gravitação
O modelo da gravitação apresenta uma análise mais empírica dos padrões de comércio em contraposição aos modelos teóricos discutidos acima. O modelo da gravitação, basicamente, prevê que o comércio será baseado na distância entre os países e na interação derivada do tamanho das suas economias. O modelo mimetiza a lei da gravidade de Isaac Newton que considera a distância e o tamanho de objetos que se atraem. O modelo tem sido comprovado como robusto na área da econometria. Outros fatores como a renda, as relações diplomáticas entre países e as políticas de comércio foram incluídas em versões expandidas do modelo.[2]

Regulamentação do comércio internacional
Tradicionalmente o comércio é regulamentado através de tratados bilaterais entre nações. Durante os séculos de crença no mercantilismo a maioria das nações mantinham altas tarifas e muitas restrições ao comércio internacional. No século 19, especialmente no Reino Unido, a crença no livre comércio tornou-se um paradigma e este pensamento tem dominado as nações ocidentais desde então. Nos anos seguintes à segunda guerra mundial, tratados multilaterais como o GATT e a OMC tentaram criar estruturas regulatórias de alcance mundial.[3][4]

As nações socialistas e comunistas sempre acreditaram no modelo da autarquia, a completa ausência do comércio internacional, até Deng Xiaoping desenvolver o socialismo de mercado. Então a China, que abandonou o comunismo, se torna a segunda maior potência mundial em comércio exterior. Os governos autoritários, como os fascistas, sempre colocaram grande ênfase na ideia da autossuficiência. Mas na prática, nenhuma nação consegue atender sozinha a todas as necessidades do seu povo, e sempre algum comércio é realizado e necessário.

Normalmente, o comércio internacional livre é defendido pelos países economicamente mais poderosos. Quando eram duas das maiores economias mundiais, a Holanda e o Reino Unido eram grandes defensores desse pensamento. Atualmente, os Estados Unidos da América, o Reino Unido e o Japão são os seus maiores proponentes. Porém, muitos outros países – incluindo aqueles em rápido crescimento econômico como Índia, China e Rússia – tem se tornado defensores do “livre comércio”.[5]

Tradicionalmente, os interesses agrícolas são a favor do comércio livre, enquanto setores manufatureiros defendem políticas protecionistas. Porém, lobbies agrícolas, particularmente nos Estados Unidos, Europa e Japão, são responsáveis pela inclusão de regras nos tratados de comércio internacional, cujo objetivo é a adoção de medidas protecionistas para bens de origem agrícola. Por outro lado, o Brasil, um grande e eficiente produtor agrícola, vem atuando para eliminar parte destas barreiras.[6]

Durante as recessões econômicas, sempre surgem pressões para o aumento de tarifas de importação, com o intuito de proteger a produção doméstica. A grande depressão estadunidense levou ao colapso do comércio internacional, fazendo com que a crise se aprofundasse.

A regulamentação do comércio internacional é realizada através da OMC no nível global, e através de vários outros arranjos regionais como o Mercosul na América do Sul; o NAFTA, entre Estados Unidos da América, Canadá e México; e a União Europeia, entre 27 estados europeus independentes.

Riscos do comércio internacional
Ver artigo principal: Risco-país
Os riscos existentes no comércio internacional podem ser divididos em dois grandes grupos:[7]

Riscos econômicos
Insolvência do comprador;
Atraso no pagamento – a falha do comprador em pagar o total em até seis meses;
Flutuações cambiais;
Relacionados à soberania econômica.
Riscos políticos
De cancelamento ou não renovação de licenças de exportação ou importação;
Relacionados a conflitos armados;
Expropriação ou confisco por companhias importadoras;
De imposição de um banimento de algum bem após o embarque;
De transferência: A imposição de controle de transferência de valores pelo país importador devido a crises de liquidez;
Relacionados à soberania política.
Exportação
Ver artigo principal: Exportação
Exportação é a saída de produtos ou execução de serviços para/em outro país. Esta operação pode envolver pagamento (cobertura cambial), como venda de produtos, ou não, como nas doações.

Importação
Ver artigo principal: Importação
Importação é a entrada de produtos ou execução de serviços provenientes de outro país.

Impactos socioeconômicos
As exportações permitem vender produtos para qualquer país do mundo, seja perto ou distante. Para a exportação ter sucesso, ela pouco depende do desenvolvimento mercantil no qual seu sítio de envio está localizado. Tal fato propicia o distanciamento econômico de pontos geograficamente próximos, elevando as possibilidades de disparidade de renda e diferenças sociais. Além disto, às vezes os melhores produtos de um país ou território são preferencialmente direcionados à exportação, assim restando produtos de qualidade pior. Isso ocorre devido ao poder de compra dos clientes no exterior. Se o preço nacional for semelhante ao encontrado no exterior, esse fenômeno não costuma ocorrer.[8]

Estudos econômicos
Para favorecer as exportações, numerosos organismos governamentais publicam na Internet estudos de mercado por sector e por país estrangeiro. Estes estudos são mais ou menos acessíveis e frequentemente gratuitos.[9]

Lista de organismos governamentais por país
Estados Unidos: O USCS, dependente do US Department of Commerce, redigiu cerca de milhares de estudos econômicos.
O USDA (Department of Agriculture) publica estudos sobre os sectores da Agricultura.

Canadá: Export Development Canada (EDC).
‘’Agriculture and Agri-Food Canada’’ publica estudos internacionais sobre o seu sector.

França: Ubifrance (promoção das exportações )
AFII (implantação de empresas estrangeiras)

Reino Unido: o ‘’UK Trade & Investment’’ tem em carga ao mesmo tempo a promoção das exportações e a implantação de empresas estrangeiras no Reino Unido
Hong Kong: ‘’Hong Kong Trade Development Council’’ (HKTDC).
Japão : JETRO.
Austrália: Austrade.
Comércio exterior do Brasil
Ver também: Relações internacionais do Brasil
A economia brasileira é a 6ª maior economia mundial, de acordo com os critérios de PIB diretamente convertido a dólares americanos[10], e está entre as 10 maiores economias em critérios de “Paridade do poder de compra”[11] sendo a maior da América Latina, e está na 84ª posição no ranking do IDH (Índice de desenvolvimento humano)[12].

O primeiro produto que moveu a economia do Brasil foi o pau-brasil no período logo após o descobrimento e mais tarde, com a divisão do Brasil em capitanias hereditárias passou a ser o açúcar a principal atividade, e que perdurou por quase todo o período de colônia, vindo a ser substituído como principal atividade pelo ouro da região de Minas Gerais em meados do Sec. XVII. Já independente, um novo ciclo econômico surgiu, agora com o café. Esse momento foi fundamental para o desenvolvimento do Estado de São Paulo, que acabou por tornar-se o mais rico do país.

Apesar de ter dado, ao longo da década de 90, um salto qualitativo na produção de bens agrícolas, alcançando a liderança mundial em diversos insumos, com reformas comandadas pelo governo federal, a pauta de exportação brasileira foi diversificada, com uma enorme inclusão de bens de alto valor agregado como joias, aviões, automóveis e peças de vestuário.

Hoje, a pauta do Brasil é considerada moderna e diversificada, incluindo aviões. Atualmente o país está entre os 20 maiores exportadores do mundo, com US$ 118 bilhões (em 2005) vendidos entre produtos e serviços a outros países. Mas com um crescimento de dois dígitos ao ano desde o governo Fernando Henrique Cardoso, em poucos anos a expectativa é que o Brasil esteja entre as principais plataformas de exportação do mundo.

Desde janeiro de 1995, a economia brasileira começou a crescer consistentemente graças ao governo FHC. Em 2004, o PIB cresceu 4,9%, a indústria cresceu na faixa de 8% e as exportações superaram todas as expectativas.

O Brasil é visto pelo mundo como um país com muito potencial assim como a Índia, Rússia e China. A política externa adotada pelo Brasil prioriza a aliança entre países subdesenvolvidos para negociar commodities com os países ricos. O Brasil, assim como a Argentina e a Venezuela, vêm rejeitando o projeto da ALCA em discussão, apesar das pressões dos EUA. Existem também iniciativas de integração e cooperação econômica na América do Sul.

Seus maiores parceiros comerciais são a União Europeia, os Estados Unidos, o Mercosul e a República Popular da China.[13]

Acordos comerciais
Os acordos são ferramentas poderosas para inserir melhor as empresas brasileiras no mercado internacional, tanto via comércio quanto via investimentos. Essas ações são necessárias porque, em 2015, as vendas externas brasileiras caíram 15,1% em relação a 2014. Foi a quarta queda consecutiva das exportações. Em agosto de 2016, os produtos brasileiros só têm acesso facilitado, livre de tarifas de importação e barreiras não tarifárias, a menos de 8% do mercado internacional, enquanto os dos Estados Unidos atingem 24%, os da União Europeia 45% e México, 57%.[14] O Brasil já começou a fazer acordos com países da América do Sul como Peru, Chile e Colômbia. Mesmo as negociações sendo limitadas, este é um primeiro passo para ampliar o mercado das empresas nacionais.[15]

Fonte: Wikipédia

28 de janeiro, Abertura dos Portos do Brasil

Gravura: Wikipédia
Foto: Wikipédia

O Decreto de Abertura dos Portos às Nações Amigas[1] foi uma carta régia promulgada pelo Príncipe-regente de Portugal Dom João de Bragança, no dia 28 de janeiro de 1808, em Salvador, na Capitania da Baía de Todos os Santos, no contexto da Guerra Peninsular. Foi a primeira Carta Régia promulgada pelo Príncipe-regente no Brasil, o que se deu apenas seis dias após sua chegada, com a família real e a nobreza portuguesa, em 22 de janeiro de 1808.[2] Esse foi o primeiro passo do processo de Independência do Brasil.

Por esse diploma era autorizado a abertura dos portos do Brasil ao comércio com as nações amigas de Portugal, do que se beneficiou largamente o comércio britânico. Foi a primeira experiência liberal do mundo após a Revolução Industrial. Porém, ao contrário do que se generalizou, segundo Rubens Ricupero, em razão de erros de interpretação historiográfica, a abertura dos portos para todas as nações não foi ditada pelos ingleses. Ainda que a medida, na prática, tenha beneficiado o Reino Unido — devido à virtual inexistência de concorrentes enquanto durasse a guerra e o bloqueio dos portos na Europa —, o que os britânicos desejavam, e demandaram de Portugal, eram condições expressamente mais vantajosas para as naves com sua bandeira, conforme afirmou o encarregado de negócios do Reino Unido ao próprio Príncipe-Regente.

A carta marcou o fim do Pacto Colonial, ou “Exclusivo Metropolitano”, sistema de comércio mercantil que na prática obrigava todos os produtos das colônias a passarem antes pelas alfândegas da metrópole. Ou seja, no caso específico da América Portuguesa, os demais países não podiam vender produtos para o Brasil, nem de lá importar matérias-primas diretamente, de modo que eram forçados a fazer seus negócios necessariamente com a metrópole. Calcula-se que, no início do século XIX, cerca de 2/3 das exportações portuguesas eram, na verdade, reexportações de produtos brasileiros.

Diante da crescente ameaça da França Napoleônica, e uma vez feita a escolha pelo velho de transmigração da corte, a família real portuguesa necessitou da escolta britânica para empreender a travessia interoceânica até o Brasil. Em uma escala alegadamente imprevista na Bahia, devido a tormentas na altura da Ilha da Madeira que lhe dispersaram a frota, D. João ouviu as súplicas de dois membros da alta burocracia em Salvador. Um deles era José da Silva Lisboa, baiano formado em Coimbra, pioneiro na divulgação do pensamento de Adam Smith no mundo lusófono e autor do primeiro livro de economia em língua portuguesa — “Princípios de Economia Política”, publicado em Lisboa em 1804 (haja vista que a palavra impressa, até a chegada da Família Real, era proibida no Brasil). O segundo era o governador da Bahia, Conde da Ponte, que relatou ao regente as condições desesperadoras em que se encontrava a região devido à guerra — e também ao Exclusivo: os armazéns do porto se achavam abarrotados do fumo e do açúcar da última safra, o escoamento impossibilitado pela invasão francesa a Portugal. Em representação expedida a D. João implorava que “se levante o embargo sobre a saída livre dos navios, pala portos que lhes indicarem mais vantajosas suas especulações”. Este decreto precedeu o Tratado de Comércio e Navegação. As súplicas parecem ter surtido efeito. A carta régia em resposta à representação submetida pelo Conde da Ponte é o próprio decreto que determina a abertura de todos os portos brasileiros, sem exceção, à importação de toda e qualquer mercadoria estrangeira (taxadas uniformemente em 24% para mercadorias secas e em 48% para bebidas alcoólicas) e à exportação de qualquer produto da terra, à exceção do pau-brasil, em navios dos países amigos de Portugal. A partir de então, passava a ser possível o comércio direto dos produtos brasileiros.

Fonte: Wikipédia

28 de janeiro, dia do Portuário

Gravura: Calendar.com

dia do portuário é comemorado anualmente no dia 28 de janeiro.

A origem dessa data é marcada pela Carta Régia assinada nesse mesmo dia pelo rei de Portugal D. João VI em 1808.

Dias antes a família real portuguesa tinha chegado ao Brasil em decorrência da invasão napoleônica.

É a partir desse instrumento que os portos brasileiros são abertos para o comércio exterior, mais especificamente às Nações Amigas. Antes disso, a atividade portuária restringia-se à relação comercial entre Brasil e Portugal.

Essa decisão do rei promoveu o desenvolvimento econômico e fortaleceu o País que, a partir de então, deixava de depender apenas da metrópole. Desta forma, tem início o processo de independência do Brasil.

Trata-se de uma data histórica, que reconhece a importância do setor portuário para a economia brasileira desde há centenas de anos.

Além disso, a ocasião é uma homenagem a todos os milhares de profissionais da área (cerca de 50 mil em todo o Brasil), cujos serviços são tipificados em seis áreas: bloco, catapazia, conferência de carga, conserto de carga, vigilância de embarcações e estiva.

dia do estivador, profissional responsável pela organização das cargas dos navios, é comemorado em data distinta, em 18 de outubro.

Fonte: calendarr.com

27 de janeiro, dia do Orador

 Dia do orador, 27 de janeiro, faz uma homenagem a um profissional detentor de tantas capacidades para o bom desempenho da sua atividade. Empatia, autoconfiança, humor são apenas algumas das capacidades que ele desenvolve.

Fonte do texto: todamateria.com.br

27/01/2021

25 de janeiro, dia Nacional do Carteiro

Gravura: Calendarr.com

Dia do Carteiro é comemorado anualmente no dia 25 de janeiro.

Desde a antiguidade, as pessoas mais poderosas usaram mensageiros a fim de comunicar com aqueles que estavam distantes. No entanto, somente com a popularização da alfabetização e da correspondência surgiu a profissão de carteiro.

Hoje, as mensagens eletrônicas acabam suprindo grande parte das cartas convencionais. Apesar disso, o trabalho do carteiro continua sendo indispensável na nossa sociedade.

Origem da comemoração

O Dia do Carteiro é celebrado nesta data porque no dia 25 de janeiro de 1663 foi criado o cargo de Correio-mor da Monarquia Portuguesa no Brasil.

Luiz Gomes da Matta comprou do rei Felipe II o cargo de Correio-mor me 1606. Assim, era de sua responsabilidade todas as mensagens escritas emitidas pela Corte.

Mais tarde, em 25 de janeiro de 1663, seu neto seria nomeado o primeiro Correio-mor do Mar e teria a incumbência de cuidar da troca de correspondências entre as colônias e a Corte portuguesa.

Os mensageiros seriam de fundamental importância na história do Brasil. Basta lembrar que foi um “carteiro”, Paulo Bregaro, que entregou as correspondências que acabaram decidindo a proclamação da independência do Brasil por Dom Pedro I, em 7 de setembro de 1822.

Paulo Bregaro, por esse motivo, tornou-se o patrono do Correios.

O serviço regular de entregas de cartas e mercadorias, porém, só foi estabelecido no Brasil em 1835.

Atualmente, são mais de 56 mil carteiros trabalhando na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e 10% deste contingente é formado por mulheres.

Mensagens Dia do Carteiro

“O carteiro leva mensagens de amor, de alegria e de prazer, e quanta mensagem triste ele entrega sem saber!”

“Obrigado, Senhor Carteiro, por ser tão profissional. Sem saber você já levou meu coração em muitas cartas, e já trouxe muito amor dentro de muito envelopes.”

Dia do Carteiro

Ele, o nosso amigo carteiro,
esperado por todo o povo brasileiro,
faça chuva, faça sol, o elo de ligação
entre usuário e empresa, a pessoa
querida e respeitada pela população.
Através de sua dedicação e
responsabilidade, tem como
seu, o dia 25 de janeiro.

A história dos Correios do Brasil
apresenta uma rica variedade de
tipos que, de um modo ou de outro,
se relacionam com o carteiro.
O tropeiro foi o primeiro entregador
de correspondências que
o Brasil conheceu.

Tivemos ainda o estafeta e o
carregador de mala postal.
O inspetor de Serviço Postal,
no final do período imperial, e o
carteiro no início deste século.

Todos marcaram os diferentes
períodos da história postal no país.
Cada um foi o reflexo do seu tempo
e hoje se constitui num elemento
marcante da própria cultura nacional.

Por isso, os Correios se orgulham em
reservar este dia para homenagear
seu maior símbolo: o “Carteiro”.

Silvana Guimarães Mattos

Uma homenagem merecida
a todos os Carteiros do Brasil!

(Mundo das Mensagens)

Poema ao Carteiro

“Ao amanhecer de cada dia
inicia-se uma nova missão,
para o nosso amigo Carteiro
considerado um grande guerreiro
trabalhando por nossa população.

Parabéns a todos os Carteiros
pela passagem desse seu dia,
pois mesmo com as dificuldades
encontradas por toda a cidade
trabalham sempre com alegria.

Faço agora o nosso reconhecimento
como uma forma de agradecimento
por esse trabalho tão fundamental…

…que faz do Carteiro um grande amigo
que por nós jamais será esquecido
por ser também, um grande profissional!”

Fonte do texto: calendarr.com

25/01/2021

24 de janeiro, dia Nacional do Aposentado

Foto: calendarr.com

Dia Nacional dos Aposentados é comemorado anualmente em 24 de janeiro.

Esta data é destinada a homenagear os profissionais que se dedicaram a vida inteira ao trabalho e agora usufruem dos benefícios da previdência social, recebendo do governo uma gratificação por todos os anos de serviços prestados ao país.

De acordo com a legislação brasileira, existem cinco categorias específicas de aposentadoria: a compulsória, a especial, por idade, por invalidez ou por tempo de contribuição.

Mensagem para o Dia dos Aposentados

Após anos de dedicação e muito trabalho, o dia de hoje é mais do que necessário! Parabéns por todo o esforço e obrigado por ter ajudado no desenvolvimento do nosso país!

Com muito estudo e empenho cumpriste teu objetivo para com a sociedade, deste o teu melhor e ajudaste a resolver ou melhorar a vida de muitas pessoas ao logo dos anos de carreira… Agora, chegou o tão merecido descanso! Parabéns pelo seu dia!

Origem do Dia dos Aposentados

Esta data foi criada em homenagem à instituição da primeira lei brasileira destinada à previdência social, em 24 de janeiro de 1923, pelo então presidente Artur Bernardes: a Lei Eloy Chaves.

O Decreto de Lei nº 6.926/81 determinou o dia 24 de janeiro como o Dia Nacional dos Aposentados no Brasil.

Foto do texto: calendarr.com

24 de janeiro, Revolta de Malês

Foto: educacaomaisbrasil.com.br

Revolta dos Malês foi um levante de escravos de maioria muçulmana na cidade de Salvador, capital da Bahia, que aconteceu na noite de 24 para 25 de janeiro de 1835.[1] Foi o levante de maior relevância da então província da Bahia.[2]

Os malês eram negros de origem islâmica, que organizaram o levante.[1][3] O termo malê tem origem na palavra imalê, que significa “muçulmano” na língua iorubá.[1] Apenas negros africanos tomaram parte na revolta, que contou com cerca de 600 homens. Os nascidos no Brasil, chamados crioulos, não cooperaram.[1] Os malês também eram conhecidos como nagôs na Bahia. Os nagôs tinham o costume de registrar acontecimentos e tendo como religião o Islã, escreviam em árabe. Anotações encontradas em documentos servem para entender os motivos e circunstâncias do levante.[4] Outros grupos étnicos, como os hauçás, também tomaram parte na batalha, mas em números menos significativo.[1] No entanto, o descontentamento com as condições de vida era geral, mesmo entre as pessoas não escravas, sua gande maioria mestiços e crioulos.

Fonte do texto: Wikipédia

24/01/2021

21 de janeiro, dia da Religião

Nesse dia Comemora-se o dia da Religião.

Devemos respeitar todas as religiões do mundo, aceitando suas doutrinas e a liberdade de Cultos.

0 respeito e aceitação é muito importante para mantermos a paz no mundo.

21/01/2021

20 de janeiro, dia Nacional do Farmacêutico

Foto: m2farma.com



A escolha de uma data para a comemoração do Dia do Farmacêutico foi marcada por desencontros e várias propostas. A idéia da criação de um “Dia” partiu do farmacêutico Oto Serpa Grandado, e foi colocada em discussão, pela primeira vez, no dia 7 de janeiro de 1941 quando ele participava de uma reunião na Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF) e fez o seguinte questionamento: “Todas as profissões tem o seu dia, data especial para comemorar o ideal abraçado. Por que não temos o nosso “Dia”? “ Deste questionamento surgiu a proposta para a criação do “Dia do Farmacêutico”.

No dia 20 de janeiro é comemorado o Dia do Farmacêutico. A data foi escolhida em função da fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), em 20 de janeiro de 1916. Na época, era a maior instituição representativa da categoria, no País.

Considerando a necessidade de unificar a comemoração do Dia do Farmacêutico e por ensejar maior visibilidade e reconhecimento, o Conselho Federal de Farmácia, por meio da Resolução nº 460, de 23 de março de 2007, reconheceu o dia 20 de Janeiro como o Dia do Farmacêutico.

Na busca pela valorização e estímulo do profissional farmacêutico, a para que o dia 20 de janeiro seja marcado pelo reconhecimento daqueles que lutam em prol a farmácia, foi criada pelo Conselho Federal de Farmácia, por meio da Resolução nº 323, de 16 de janeiro de 1998, a Comenda do Mérito Farmacêutico que visa distinguir farmacêuticos e autoridades pelos relevantes serviços prestados à profissão. A entrega da Comenda do Mérito Farmacêutico é realizada durante as comemorações do Dia do Farmacêutico.

Fonte do texto: cff.org.br (Conselho Federal de Farmacia)

20/01/2021

19 de janeiro, dia do Desapego Material

De uma forma geral, será o dia em que as pessoas farão um cata nas coisas, trecos  e bens materiais de sua casa, para doar ou se desfazer, se por acaso não usa mais e que estão entulhando o lar. Dia ideal  também para fazer uma reflexão na vida espiritual, libertando-se da matéria.

19/01/2021

19 de janeiro, dia da Modernização e Tecnologia

Comemora-se o surgimento da tecnologia e as inovações do cotidiano das pessoas.

19/01/2021

17 de janeiro, dia dos Tribunais de Contas do Brasil

Foto: http://www.itarema.ce.gov.br

No dia 17 de janeiro é comemorado o Dia dos Tribunais de Contas. A data marca a instalação do Tribunal no Brasil neste mesmo dia do ano de 1893.

Dia dos Tribunais de Contas do Brasil
No dia 17 de janeiro é comemorado o Dia dos Tribunais de Contas. A data marca a instalação do Tribunal no Brasil neste mesmo dia do ano de 1893.
A Editora Fórum parabeniza os Tribunais de Contas pelo seu dia e pela notável importância como órgão máximo de “auxílio de natureza técnica e especializada ao Poder Legislativo no exercício do controle externo da Administração Pública”.
Vários são os títulos da Editora Fórum dedicados ao Tribunal de Contas . Obras sobre as atribuições e objetivos desta instituição, discussão de paradigmas, jurisprudências, controle das licitações públicas, obras públicas e administração pública em geral.
Tribunal de Contas
O Tribunal de Contas é uma instituição brasileira prevista na Constituição Federal. A atividade de fiscalização do TCU tem como objetivo garantir que o dinheiro público seja utilizado de forma eficiente atendendo aos interesses públicos.
Embora o nome sugira que faça parte do Poder Judiciário, o TCU está administrativamente enquadrado no Poder Legislativo. Essa é a posição adotada no Brasil, pois em outros países essa corte pode integrar qualquer dos outros dois poderes.
Inicialmente, quando foi instalado, o Tribunal teve competência para exame, revisão e julgamento de todas as operações relacionadas com a receita e a despesa da União. A fiscalização se fazia pelo sistema de registro prévio. Com a Constituição de 1988, o Tribunal de Contas da União teve a sua jurisdição e competência substancialmente ampliadas.
O Tribunal de Contas tem poderes para, no auxílio ao Congresso Nacional, exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade e a fiscalização da aplicação das subvenções e da renúncia de receitas.
Além do Tribunal de Contas da União, existem ainda 26 Tribunais de Contas estaduais e alguns municípios contam com Tribunais de Contas específicos.

Fonte do Texto: http://www.itarema.ce.gov.br

17/01/2021

15 de janeiro, dia Mundial do Compositor

Dia Mundial do Compositor é comemorado anualmente em 15 de janeiro.

A data homenageia todos os compositores do mundo, especialmente o seu trabalho e esforço para compor, escrever e criar músicas.

Os compositores são verdadeiros artistas, que utilizam o domínio da técnica das notas musicais para criar melodias. Além da técnica, utilizam toda a criatividade e sensibilidade para escrever canções que emocionam e animam multidões de pessoas.

Origem do Dia Mundial do Compositor

Dia Mundial do Compositor, 15 de janeiro, surgiu no México. A origem dessa data decorreu em comemoração à fundação da Sociedade de Autores e Compositores do México (SACM), em 1945.

No entanto, esta data somente foi oficialmente celebrada no mundo a partir de 1983.

Fonte do texto: calendarr.com

14 de janeiro, dia Nacional do Enfermo

Fonte/foto: www1.imip.org.br

É assim desde 2002, quando a data foi criada por iniciativa do Ministério da Saúde no âmbito de um Programa de Humanização dos Hospitais. A data comemorativa foi criada com o objetivo de incentivar a transformação do ambiente onde se encontram os pacientes mais humano e sociável, não só entre os cuidadores (médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem) e os doentes, senão também com a participação de parentes e amigos.
.Esse dia é importante principalmente pelo fato de ser uma tentativa de sensibilizar profissionais de saúde e população em geral para a necessidade de todos os tipos de cuidados especiais que a pessoas com enfermidade, esteja ela no hospital ou em sua residência (assistência domiciliar) precisa receber, com uma atenção especial aos cuidados de bem-estar psíquico do doente. Ou seja, a instituição da data almeja servir sempre de alerta aos profissionais de saúde e aos familiares das necessidades que um doente tem em seu tratamento, dos cuidados com remédios e assistência não só física, como emocional, dispensando o carinho, atenção e o afeto que todo enfermo precisa, esteja ou não hospitalizado, já que o estado mental é fundamental para a recuperação e estabilização do debilitado.
É importante termos sempre em mente que a atenção ao enfermo deve compreender as diversas dimensões humanas: biológica, psicológica, social, cultural, moral, espiritual e religiosa. Assim, ainda que pareça óbvio, quando um ser humano adoece, continua sendo uma pessoa, com história de vida pregressa, vontades e expectativas, e não um simples número de prontuário, um “sujeito ou objeto de estudo” ou um mero caso clínico interessante.

Fonte do texto: www1.imip.or.br

14/01/2021

12 de jeneiro, dia do Empresa de Contabilidade

O profissional da área de Contabilidade é responsável pelo controle do movimento financeiro de empresas no que se refere à apuração de impostos e de taxas referentes à prestação de serviços e produtos

O trabalho consiste na descrição, registro e controle de toda a movimentação de dinheiro de uma empresa e exige um bom raciocínio em matemática.

Fonte: https://guiadoestudante.abril.com.br/orientacao-profissional/o-que-faz-um-consultor-em-contabilidade/

12/01/2021

De 10 à 17 de janeiro, Semana de Tratamento e Despoluição do solo, da água e do ar

Esses são os principais elementos do planeta 🌏 Terra e que formam a natureza 🏞 e se juntam a outros elementos importantes, criando diversos ecossistemas.

Nós como seres humanos temos o dever de protegê-los e cuida-los da melhor forma possível, pois não devemos degrada-los, para que tenhamos uma vida boa, sustentável e saudável aqui na Terra. Devemos preservar os recursos naturais para as gerações presentes e para as futuras geraçõe, assim poderão se desenvolver e ter as condições de sobrevivência, como as gerações passadas tiveram.

Temos que nos educar e procurar proteger a natureza e o meio onde moramos, não jogando lixo nas ruas e lugares que não são destinados para isso, economizar energia, água, gás etc e não comprar produtos alimentares e duráveis desnecessários.

José Marcio Mateus dos Santos

10/01/2021

09 de janeiro, dia do Fico

Dia do Fico refere-se, na história do Brasil, ao dia 9 de janeiro de 1822. Neste dia, o então príncipe regente D. Pedro I declarou que não cumpriria as ordens das Cortes portuguesas, que exigiam sua volta a Lisboa, ficando no Brasil.[1]

Dom Pedro I

Antecedentes

Com a chegada da família real ao Brasil, fugindo de uma possível invasão francesa, em 1808, o país deixou de ser uma simples colônia portuguesa e passou a ser o centro do Império Português, tendo sido o Brasil elevado à reino em 1815.[2] Em 1821 eclode a Revolução do Porto, as elites políticas metropolitanas instalaram as cortes para confecção de uma Constituição e o rei João VI voltou para o reino, deixando seu filho, Pedro de Alcântara, na condição de príncipe-regente.[2]

Ao longo de 1821, as discussões no âmbito das cortes caminhavam na direção de retornar o Brasil ao status de colônia, os liberais radicais se uniram ao Partido Brasileiro, visando evitar retrocessos.[3]

Embarque da Família Real Portuguesa

Exigências das Cortes

As Cortes expediram ordens ao príncipe regente D. Pedro de Alcântara, sendo que uma delas era a exigência de seu retorno imediato a Portugal, nomeando uma junta governativa para o Brasil.[2]

Os liberais radicais, em resposta, organizaram uma movimentação para reunir assinaturas a favor da permanência do príncipe. Assim, pressionariam D. Pedro a ficar, juntando 8 mil assinaturas. Foi então que, contrariando as ordens emanadas por Portugal para seu retorno à Europa, declarou para o público:“Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico.[3]

Fastos do Museu Nacional do Rio de Janeiro

Consequências

A partir desse episódio, D. Pedro I entrou em conflito direto com os interesses portugueses, para romper o vínculo que existia entre Portugal e o Brasil, no âmbito do Reino Unido.

Este episódio culminou, meses depois, com a declaração de Independência do Brasil, proclamada no dia 7 de setembro do mesmo ano.[3]

Fonte do texto: Wikipédia

09/01/2021

08 de janeiro, dia Nacional da Fotografia

Foto do site: 48 frases

As fotografias são uma paixão dos brasileiros e mesmo antigamente muitos de nós com câmeras antigas gostávamos de tirar fotos de pessoas, da familiar, nossa mesmo, cidades e paisagens em geral.

Desde a época de Dom Pedro II que as câmeras fotográficas estão no Brasil, foi ele mesmo que adquiriu ou pediu para fotografar a vida cotidiana brasileira e sua paisagens.

Nos dias de hoje existem os smartphones e com eles as selfies foram criadas e popularizadas em todo Brasil, pois quem não gosta de uma selfie.

08/01/2021

08 de janeiro, dia nacional do fotógrafo

Foto: 48 frases

No Brasil é comemorado no dia 8 de janeiro o dia dos profissionais da área da fotografia. A primeira Câmera fotográfica foi trazido para Brasil na época de Dom Pedro II, no governo Imperial, dando início a formação dos profissionais e os amantes da fotografia

Nos dias de hoje existem smartphones e as selfies 🤳 fazem sucessos entre as pessoas. Isso pode ter diminuído a renda dos profissionais da fotografia, mas mesmo assim eles são contratados para ocasiões especiais, como casamentos, aniversário, eventos e na cinematografia.

08/01/2021

06 de janeiro, dia dos 3 Reis Magos

Três Reis Magos

<img src="data:image/svg+xml;charset=utf-8,
Juliana Bezerra

Juliana Bezerra Professora de História

Os Três Reis Magos foram os três personagens que visitaram Jesus quando ele nasceu. Chamavam-se Belchior, Gaspar e Baltazar. O nome Belchior também pode ser encontrado nas variantes Melchior ou Belquior. Cada um deles ofereceu ao Menino ouro, incenso e mirra, respectivamente.

História

Embora sejam chamados de reis, na verdade, eram sábios que viajaram das suas terras com o intuito de visitar o Menino Jesus e adorá-lo.

Belchior veio da Europa, Gaspar da Ásia e Baltazar da África.

Diz-se que eram três, mas não há registros históricos que afirmem quantos eles eram. Quanto aos nomes dos três reis magos, também não há referências históricas, sabendo-se apenas que muitos anos depois do acontecimento os mesmos foram atribuídos.

O caminho para Belém, local onde Jesus nasceu, teria sido indicado por uma estrela. A estrela se tornou símbolo do Natal e é conhecida como a “estrela de Belém”.

O fenômeno do aparecimento da estrela não é desvendado pelos astrônomos, os quais continuam a estudar a sua origem.

Os Três Reis Magos sendo guiados pela estrela de Belém
Os Três Reis Magos sendo guiados pela estrela de Belém
Antes de Belém, porém, os 3 reis magos chegaram à Jerusalém e, encontrando com o rei Herodes, perguntaram por Jesus.

Herodes sentia-se ameaçado com a notícia do nascimento de um rei e por esse motivo pediu que os magos seguissem o seu caminho e voltassem para avisá-lo a localização de Jesus quando o encontrassem. O intuito era matá-lo.

Os magos foram, mas não voltaram para avisar Herodes, pois através de sonhos tinham sido alertados para não fazerem iss

De acordo com a tradição, 6 de janeiro é o dia da visita dos reis magos a Jesus. Assim, essa data passou a ser celebrada como o Dia de Reis e é uma festa popular em muitos estados brasileiros, na qual se encerra a quadra natalina.

Leia Folia de Reis.

Adoração dos Magos, Gentile da Fabriano (1423)
Adoração dos Magos, Gentile da Fabriano (1423)
Na catedral de Colônia, cidade da Alemanha, encontram-se guardados os restos mortais dos reis magos, provavelmente uma das relíquias mais sagradas do mundo cristão.

Ouro, incenso e mirra
Os presentes oferecidos pelos magos têm cada qual um simbolismo. Eles refletem não só a identidade de Jesus, como o reconhecem como rei.

Ouro: a realeza. Era usado como oferta aos deuses.
Incenso: a divindade. Era usado em atos de purificação.
Mirra: os aspectos humanos de Jesus. Era usado como um medicamento.
É pelo fato de Jesus receber ofertas que a troca de presentes se tornou tradição no Natal.

Na Bíblia
Esse acontecimento cristão é citado na Bíblia e pode ser lido no capítulo 2 do Evangelho de São Mateus:

“Depois de ouvirem o rei, eles seguiram o seu caminho, e a estrela que tinham visto no oriente foi adiante deles, até que finalmente parou sobre o lugar onde estava o menino.

Quando tornaram a ver a estrela, encheram-se de júbilo.

Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra.”

(Mateus 2, 9-11)

Fonte: Toda Materia

Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha

06/01/2021

07 de janeiro, Dia da Liberdade de Cultos

O Dia da Liberdade de Culto, celebrado em 7 de janeiro, serve para lembrar que todos os brasileiros podem exercer suas crenças de modo livre, sem sofrer perseguições. E também que a intolerância religiosa deve ser combatida.

Fonte: tvbrasil.ebc.com.br

07/01/2021

04 de jeneiro, dia da Abreugrafia

O que significa Abreugrafia?

R: Método de fixar em chapa fotográfica de dimensão reduzida a imagem obtida por radioscopia.

Quem criou esse métado mais econômico, popular, rápido e de dimensões melhores e mais explicativo em exames?

R: Manoela Dias de Abreu.

Foto: Wikipédia

Manoel Dias de Abreu (São Paulo4 de janeiro de 1891 — Rio de Janeiro30 de janeiro de 1962) foi um médicocientista e inventor.

Filho de Júlio Antunes de Abreu e de Mercedes da Rocha Dias. Doutorou-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1914. Pouco depois, viajou para a França, onde foi diretor da laboratório de radiologia da Santa Casa de Paris. Foi também na capital francesa que iniciou seus estudos de radiografia dos pulmões, no Hospital Franco-Brasileiro.

Após 1918 trabalhou no Hospital Laennec (também na França) e em 1921 publicou uma obra pioneira sobre a interpretação radiológica das lesões pulmonares chamada Radiodiagnóstico na tuberculose pleuropulmonar.

Em 1922 retornou ao Brasil e assumiu a chefia do Departamento de Raios X da Inspetoria de Profilaxia da Tuberculose, no Rio de Janeiro. Por esta época, intensifica as pesquisas de radiografias do tórax mas os resultados são desanimadores. Apenas em 1935, em decorrência dos aprimoramentos dos aparelhos radiográficos, retomou suas experiências no antigo Hospital Alemão do Rio de Janeiro. É nesse período que o cientista concebe um método rápido e barato de tomar pequenas chapas radiográficas dos pulmões para maior facilidade de diagnóstico, tratamento e profilaxia da tuberculose e do câncer de pulmão. Era a invenção da abreugrafia, nome dado em homenagem ao cientista e reconhecida em 1936 pela Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e depois adotada universalmente.

Manuel Dias de Abreu teve o invento batizado em sua homenagem no Brasil. Em outros países o exame recebeu nomes como: “schermografia” (Itália), “roentgenfotografia” (Alemanha), “fotofluorografia” (França) e “microrradiografia” (Portugal). No Brasil, comemora-se no dia quatro de janeiro (04/01) o “Dia Nacional da Abreugrafia”.

Manoel Dias de Abreu lecionou Radiologia em inúmeras instituições científicas do Brasil e exterior e foi membro das mais importantes organizações médicas do mundo. Foi cavaleiro da Legião de honra (França) e detentor de inúmeros prêmios, entre eles a medalha de ouro que recebeu nos Estados Unidos em [1950 como médico do ano do Colégio Americano de Médicos do Tórax.

No campo da medicina e da pesquisa, publicou Idéias gerais sobre o radiodiagnóstico na tuberculoseEstudos sobre o pulmão e o mediastinoNova radiologia vascular e Radiologia do coração, que o consagraram. Além disso, Abreu publicou obras poéticas: Substâncias, ilustrada por Di Cavalcanti e Poemas sem realidade, que ele mesmo ilustrou.

Ao lado de Carlos ChagasVital BrazilOsvaldo Cruz e outros, Manoel Dias de Abreu está entre os grandes vultos da medicina brasileira. Recebeu seis indicações para o Premio Nobel de Medicina e Fisiologia, com quatro indicações em 1946, uma em 1951 e uma em 1953, embora nunca tenha sido laureado[2].

Manoel Dias de Abreu morreu, em 1962, de forma trágica (e irônica, para um pneumologista), de câncer de pulmão, provavelmente, causado pelo fumo, hábito que mantinha desde longa data.

Em maio de 2012, em homenagem aos 50 de morte de Manoel de Abreu, foi lançada, pela Sociedade Paulista de Radiologia (SPR), a biografia “O Mestre das Sombras – Um Raio X Histórico de Manoel de Abreu”, escrita pelo jornalista e historiador Oldair de Oliveira. O projeto, idealizado pelo tesoureiro da SPR, Rubens Schwartz, abarca cerca de 150 anos de história, desde o nascimento do pai, Júlio, em 1855, até a morte da viúva de Abreu, Dulcie, em 1983.

Em 1963, seu nome foi utilizado na fundação dos órgãos representativos discentes, como patrono destes, na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. O Colégio Estadual Manuel de Abreu, na cidade de Niterói, Rio de Janeiro, também leva seu nome.

Diferente do que foi divulgado até agora, todos os documentos oficiais (certidão de casamento civil e religioso e registros do Cemitério da Consolação) dão conta que Manoel de Abreu nasceu em 1891. O fato veio à tona na publicação “O Mestre das Sombras – Um Raio X Histórico de Manoel de Abreu” escrita pelo jornalista e historiador Oldair de Oliveira.

Referências

  1.  Abreu, Manuel de, pag. 17 – Grande Enciclopédia Universal – edição de 1980 – ed. Amazonas

2. ↑ Pittella, J.E.H. O banco de dados do Prêmio Nobel como indicador da internacionalização da ciência brasileira entre 1901 e 1966. História, Ciências, Saúde – Manguinhos. v. 25, n. 2, p. 569-590, 2018.

Fonte do Texto: Wikipédia

Créditos: Wikipédia

04/01/2021

04 de jeneiro, dia do Hemofílico


Cássia Nunes

A hemofilia é um distúrbio na coagulação do sangue. Por exemplo: Quando cortamos alguma parte do nosso corpo e começa a sangrar, as proteínas (elementos responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento de todos os tecidos do corpo) entram em ação para estancar o sangramento. Esse processo é chamado de coagulação. As pessoas portadoras de hemofilia, não possuem essas proteínas e por isso sangram mais do que o normal.
Existem vários fatores da coagulação no sangue, que agem em uma seqüência determinada. No final dessa seqüência é formado o coágulo e o sangramento é interrompido. Em uma pessoa com hemofilia, um desses fatores não funciona. Sendo assim, o coagulo não se forma e o sangramento continua.


Tipos de Hemofilia

A hemofilia é classificada nos tipos A e B. Pessoas com Hemofilia tipo A são deficientes de fator VIII (oito). Já as pessoas com hemofilia do tipo B são deficientes de fator IX. Os sangramentos são iguais nos dois tipos, porém a gravidade dos sangramentos depende da quantidade de fator presente no plasma (líquido que representa 55% do volume total do sangue).


Transmissão

A hemofilia é uma doença genética, ou seja, é transmitida dos pais para os filhos no momento em que a criança é gerada.
O corpo humano se desenvolve a partir de uma única célula. Esta célula é formada pela união do espermatozóide do pai com o óvulo da mãe. Cada um destes possui um núcleo com 23 pares de cromossomos, que se juntam e dão origem aos 23 pares de cromossomos que contem todas as informações necessárias para a formação de uma pessoa, como tipo de cabelo, cor dos olhos, etc. Cada cromossomo é formado por um conjunto de genes. Se apenas um desses genes apresentar alguma alteração, também representará uma alteração na criança que está sendo gerada.


Tempo da Hemofilia

A quantidade de fator VIII(oito) ou fato IX(nove) no sangue, geralmente se mantém a mesma durante toda a vida. Na fase adulta as hemorragias são menos freqüentes, já que as atividades físicas tendem a diminuir de acordo com a idade e, portanto os pequenos traumas (pancadas) cotidianos, também diminuem.


Sangramentos

Geralmente, os sangramentos são internos, ou seja, dentro do seu corpo, em locais que você não pode ver, como nos músculos. Podem também ser externo, na pele provocado por algum machucado aparecendo manchas roxas ou sangramento. As mucosas (como nariz, gengiva, etc.) também podem sangrar.
Os sangramentos podem tanto surgir após um trauma ou sem nenhuma razão aparente.
Os cortes na pele levam um tempo maior para que o sangramento pare.

Tratamento

O tratamento é feito com a reposição intra venal (pela veia) do fator deficiente.
Mas para que o tratamento seja completo, o paciente deve fazer exames regularmente e jamais utilizar medicamentos que não sejam recomendados pelos médicos.


Bibliografia:

· Cartilha ‘O que é Hemofilia’, Serviço de Hemofilia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

· http://www.novocare.com.br/hemofilia

· http://www.unb.br/acs/bcopauta/sangue

· http://www.boasaude.uol.com.br

Texto retirado do site: FioCruz

Créditos: Fio Cruz

04/01/2021

03 de janeiro, dia da Retrosprevisão

Bloco 🗒 de anotações

Esse nome e essa data foi escolhido por min para que possamos organizar e planejar melhor o ano que acabou de entrar, onde estabeleceremos metas, sonhos, desejos, conquistas e planejamentos financeiros e familiar.

O significado de Retrosprevisão é a junção de Retrospectiva + Previsão, ou seja, faremos uma análise do ano que acabou de acabar, onde tentaremos enxergar as metas e sonhos que alcançamos ou não e que deve ter sido obrigatoriamente anotado em um papel ou cadernos de anotações ou de suas metas e desejos, e que você deve manter sempre em segredo e só você poderá analisar. Exceto quando é de planejamento familiar, contas e dívidas, já que a participação de todos os membros da família é muito importante e também quando as análises partem de uma empresa, indústria, comércio, negócios diversos, financeiro e investimentos, já que englobar um grande número de analistas.

Na Retrospectiva do ano que acabou de acabar, todas as metas que não foram alcançadas devem voltar para o ano atual, dando uma chance de uma nova eleminação e de conclusão de metas, resolvendo assim problemas que ficaram para trás.

Na Previsão 🔮, você vai anotar e traçar todas as suas metas, desejos, conquistas, sonhos, viagens, etc. desse ano atual (exemplo:2021), fazer o seu planejamento e de uma forma geral e diversa, como: pagar contas, eliminar dívidas, conseguir um novo emprego, montar um novo negócio, criar alguma coisa para si próprio ou para vender, levantar e administrar uma empresa, em fim, pode ser qualquer coisa.

É você que sabe o que deseja, e para isso, você deve fazer o seu planejamento.

Você deve criar uma lista de todas as contas que você tem à pagar todas os meses, não esquecer de nada.

Você deve anotar todos os gastos do dia e fechar todos os meses. Pode ser até mesmo de 1 centavo e anotar tudo em um caderno, colocar a data e em que foi gasto. Não esqueça.

Veja o que você deve fazer para não se endividar:

Você só pode ter um cartão de crédito.

Você não deve ter cartões de lojas

Você não deve usar cheques

Você não deve ter conta corrente que cobra taxas. Já existe as contas digitais não esqueça.

Nunca usar o crediário de lojas e boletos com juros e taxas abusivos.

Usar sempre o PIX para transferências de dinheiro da sua conta.

03/01/2021

José Marcio Mateus dos Santos

01 de janeiro, dia da Conquista do estado de Sergipe

Bandeira de Sergipe
Tobias Barreto, terras sergipanas

A área que hoje corresponde ao Estado de Sergipe começou ser colonizada a partir da segunda metade do século XVI. Os primeiros a chegar foram franceses em busca de pau-brasil, especiarias e algodão.

O processo de colonização, contudo, partiu da iniciativa de Garcia D’Ávila, um latifundiário. A conquista contou com os jesuítas, a quem coube o papel de catequizar os indígenas que habitavam a área.

Com a ocupação do território, a Coroa tinha assegurada a distância dos franceses e o controle, pela força, dos índios da região.

O primeiro povoamento dos colonizadores foi denominado São Cristóvão e tornou-se sede da capitania de Sergipe D’El-Rei. O nome Sergipe vem do tupi e quer dizer rio dos siris.

Após a consolidação da colonização, o que ocorreu a partir de 1590, a região destacou-se pela pecuária e o cultivo de cana-de-açúcar.

Tomada pelos holandeses, na primeira metade do século XVII, assistiu à queda da economia. Somente em 1645, os portugueses retomaram a região, que foi anexada ao Estado da Bahia em 1723.

As primeiras tentativas de retomada da independência do Sergipe ocorreram em 1820. A concretização veio três anos depois, após uma sucessão de guerras.

Fonte do texto: todamateria.com.br

01/01/2021

01 de janeiro, organização do comércio do Brasil

O comércio brasileiro passou a ser organizado a partir do ano 1808, quando Dom João VI chegou no Brasil e tomou uma série de medidas para estimular o comércio brasileiros com as nações extrangeiros que eram amigas de Portugal.

Entre essas estão:

A aberturas dos portos brasileiros.

A revogação da lei que proibia o Brasil de construir indústrias e produzir manufaturas.

Incentivou a importação de matérias-primas

E várias outras medidas que passou a desenvolver e fortalecer o comércio brasileiro e iniciação do comércio exterior do Brasil.

01/01/2021

Definir novas formas de encarar os fatos da vida e do cotidiano das pessoas